Ex-escrava sexual e ginecologista ganham prêmio Nobel da Paz de 2018 - Mundo | Valter Vieira - Informação de qualidade
14 de dezembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

MUNDO - 05/10/2018

Ex-escrava sexual e ginecologista ganham prêmio Nobel da Paz de 2018

Ex-escrava sexual e ginecologista ganham prêmio Nobel da Paz de 2018

O ginecologista Denis Mukwege, que trata mulheres estupradas na República Democrática do Congo, e Nadia Murad (foto de destaque), mulher yazidi ex-escrava sexual do grupo terrorista Estado Islâmico, destaque na luta contra o tráfico sexual de mulheres, receberam o prêmio Nobel da Paz de 2018. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (5/10).

Os cinco membros do comitê norueguês tiveram que decidir entre os 331 candidatos (individuais ou organizações). O anúncio era um dos mais esperados desta edição dos prêmios Nobel, que não contou com seu prêmio mais prestigiado – ao lado do da Paz -, o de Literatura, adiado em um ano em razão de um escândalo sexual que sacudiu a Academia.

Apostas
Nas casas de apostas, o jogo parecia claro: vários portais viam o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, como grandes favoritos pela reaproximação entre os dois países.

Outro favorito inesperado nas apostas era o presidente americano, Donald Trump. Com um prêmio de 7 para 1, o site Betsson dava a Trump dez chances mais de ganhar o prêmio do que outros líderes internacionais como o francês Emmanuel Macron, a britânica Theresa May ou o russo Vladimir Putin.

Mais prudentes, mas não necessariamente mais corretos em suas previsões, grande parte dos especialistas em prêmio Nobel apostavam nos defensores da luta contra a violência sexual, em pleno destaque com o movimento #MeToo. METRÓPOLES

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%